"O PMDB é o parceiro fundamental do meu governo", diz Dilma

Presidente fala por meia hora em frum nacional do partido

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A presidente Dilma Rousseff disse hoje que o Brasil tem como continuar crescendo e que está dando sequencia à aliança iniciada em 2003. "É hora de fazer cada vez mais. Por isso conto com os senhores, na maior tradição do PMDB", declarou ela. Dilma fez um discurso de cerca de meia hora no evento "Fórum Nacional - O PMDB e os Municípios - Cidadão, Cidade e Cidadania - Uma Vivência Democrática", em Brasília. A presença da presidente no evento, entretanto, foi confirmada oficialmente somente hoje.

Dilma destacou que democracia e justiça social são vínculos indissolúveis, lembrando palavras de Ulisses Guimarães. "O Estado de direito não pode conviver com o Estado de miséria", ressaltou. A presidente, no entanto, errou ao citar o slogan do seu governo, quando falava sobre o combate à desigualdade. "Acredito no lema do meu governo: país rico é país sem miséria", disse. O slogan oficial é "País rico é país sem pobreza".

A presidente dedicou a parte final do seu discurso para exaltar a relação com o PMDB. "O PMDB é o parceiro fundamental do meu governo", disse Dilma, elogiando a eficiência e lealdade de Michel Temer, não só nas questões próprias do governo, mas também nas articulações políticas. "Agradeço a ação firme do PMDB, com a bancada sempre presente e leal, quando estão em jogo os interesses do País e as demandas do povo brasileiro", disse.

Em seguida, a presidente falou da importância de ter um governo de coalizão. "Muitos acham mais fácil comandar governos de partido único. Essa não é a maneira que nós gostamos. Não é a maneira democrática de governar. Somos um governo de coalizão e este governo de coalizão exige de nós uma maior capacidade de articulação política", afirmou. Dilma ressaltou que essa democracia permitiu que ela fosse eleita a primeira mulher presidente do Brasil. "Essa democracia nos trouxe até aqui. Ela foi, é e será a democracia que nós vamos defender", disse.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247