Oposição anuncia novo pedido de impeachment contra Temer

Documento será assinado pelo PT, PC do B, PDT, PSOL, além da União Nacional dos Estudantes (UNE), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), entre outros; pedido reforça argumento já protocolado pelo PSOL, de que Temer praticou crime de responsabilidade, ao endossar a pressão do ex-ministro Geddel Vieira Lima contra o também ex-ministro Marcelo Calero; "Há consenso de que há crime de responsabilidade e de que o pedido de impeachment é a peça concreta que cabe neste momento", afirmou a líder da oposição na Câmara, Jandira Feghali (PC do B-RJ)

Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

247 - Um dia depois do pedido protocolado pelo PSOL, um grupo de partidos de oposição e movimentos sociais anunciou nesta terça-feira, 29, que irá protocolar, no próximo dia 6, novo pedido de impeachment do presidente Michel Temer. 

Documento será assinado pelo PT, PC do B, PDT, PSOL, além da União Nacional dos Estudantes (UNE), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), entre outros.

Novo pedido de impeachment argumenta que Temer praticou crime de responsabilidade, ao endossar a pressão do ex-ministro Geddel Vieira Lima contra o também ex-ministro Marcelo Calero na liberação da obra do edifício La Vue, no centro histórico de Salvador, onde Geddel tem apartamento na planta, avaliado em R$ 2,4 milhões. 

"Há consenso de que há crime de responsabilidade e de que o pedido de impeachment é a peça concreta que cabe neste momento", afirmou a líder da oposição na Câmara, Jandira Feghali (PC do B-RJ).

Além de deputados, senadores e integrantes dos grupos, participou da reunião também o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão.

Assista entrevista da deputada Jandira Feghali:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247