CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Oposição se une em peso contra Lula

"Essa investigação chega com sete anos de atraso", disse o líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR); parlamentares se baseiam nas supostas frases de Marcos Valério publicadas na Veja deste final de semana, que apontam o ex-presidente como chefe do "mensalão"

Oposição se une em peso contra Lula (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Os parlamentares de oposição ao governo federal irão discutir um possível pedido de investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O foco de uma reunião marcada para a próxima terça-feira será as supostas frases do publicitário Marcos Valério publicadas na revista Veja. As declarações, que teriam sido ditas a interlocutores próximos e já foram negadas pelo advogado de Valério, apontam Lula como sendo o "chefe" do esquema conhecido como "mensalão".

O PPS já havia se manifestado por meio de nota neste sábado, defendendo que diante das novas revelações, é "dever da Procuradoria Geral da República abrir uma nova investigação". Para o presidente da sigla, deputado federal Roberto Freire, o envolvimento de Lula não é novidade, mas as frases de Valério "confirmam o que a oposição vem denunciando há anos". Ele também reafirmou que "é dever" do Ministério Público abrir um processo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O deputado federal Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara, também defende a investigação. "Trata-se da confirmação de que Lula era o chefe da quadrilha que operava dentro do Palácio do Planalto. Ele era o grande avalista do esquema", afirmou o parlamentar.

Na visão do líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias, a investigação chega tarde. "Essa investigação chega com sete anos de atraso. Na época da CPI eu apresentei um voto em separado pedindo o impeachment de Lula, mas nem a oposição me apoiou", disse o parlamentar. Como Lula não tem mais direito a foro privilegiado, o processo ocorreria em primeira instância no Ministério Público. Os parlamentares irão decidir se entram em conjunto ou separadamente com o pedido.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO