PAC está ameaçado por falência do Dnit

Um dos cabeas do rgo responsvel por obras do Programa de Acelerao do Crescimento revela escassez de funcionrios e cultura de corrupo, informa Estado

PAC está ameaçado por falência do Dnit
PAC está ameaçado por falência do Dnit (Foto: RENATO ARAUJO/ AGÊNCIA BRASIL)

247, com informações do Estadão - O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) corre grave risco de não sair do papel. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) possui estrutura deficitária para levar a cabo a maior parte das obras no transporte público do Brasil. A revelação é do diretor-executivo do Dnit, Tarcísio Gomes de Freitas, ao jornal O Estado de S. Paulo. A edição deste domingo, 19, destaca a “falência” do Dnit e “incapacidade” para cumprir cronograma de obras.

Atuando como interventor da autarquia, Tarcísio Gomes concluiu estudo mostrando que existe uma cultura da corrupção por lá. O número de fiscais dos contratos é insuficiente para acelerar os processos. Hoje, são 2.695 funcionários, mas seriam necessários 6.861 para dar conta de todas as obras contratadas.

Pior são as perspectivas do quadro de servidores do Dnit. Em 2015, se não houver concursos, serão 1.537 funcionários. “Como é que vou ter um bom ambiente de controle num órgão que gere R$ 15 bi e tem uma auditoria interna com 7 auditores?”, questionou Tarcísio Gomes, segundo o Estadão.

Ainda de acordo com o estudo do diretor-executivo, o Dnit não tem hoje topógrafos, responsáveis pela análise das condições de obras em estradas e inspeção da qualidade do asfalto. Em vez dos três mil engenheiros necessários para os contratos, o órgão só conta com 800.

Com toda essa escassez de profissionais, a cultura de corrupção encontra cenário favorável. Isso porque os engenheiros apenas confirmam pareceres de empresas de supervisão, que foram contratadas para avaliar as empreiteiras que executam as obras. O problema: geralmente, há acordos ilegais e antiéticos entre as empreiteiras e as companhias de supervisão.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247