‘País precisa superar a intolerância para retomar a democracia’

O sindicalista e comentarista político da TVT José Lopes Feijóo disse que o Brasil precisa superar as manifestações de ódio relacionadas com o nazismo e o fascismo para retomar a democracia; “Uma das características do fascismo e do nazismo é a intolerância contra o que é diferente. Contra os judeus, contra os portadores de deficiência, contra aqueles que pensam diferente, contra determinado tipo de arte, contra aquilo que eles julgam que o senso comum não aceitaria. Infelizmente estamos vivendo um momento muito parecido no Brasil. Generais estão indo à imprensa e a público ameaçando uma intervenção militar e o retorno de uma ditadura”

O sindicalista e comentarista político da TVT José Lopes Feijóo disse que o Brasil precisa superar as manifestações de ódio relacionadas com o nazismo e o fascismo para retomar a democracia; “Uma das características do fascismo e do nazismo é a intolerância contra o que é diferente. Contra os judeus, contra os portadores de deficiência, contra aqueles que pensam diferente, contra determinado tipo de arte, contra aquilo que eles julgam que o senso comum não aceitaria. Infelizmente estamos vivendo um momento muito parecido no Brasil. Generais estão indo à imprensa e a público ameaçando uma intervenção militar e o retorno de uma ditadura”
O sindicalista e comentarista político da TVT José Lopes Feijóo disse que o Brasil precisa superar as manifestações de ódio relacionadas com o nazismo e o fascismo para retomar a democracia; “Uma das características do fascismo e do nazismo é a intolerância contra o que é diferente. Contra os judeus, contra os portadores de deficiência, contra aqueles que pensam diferente, contra determinado tipo de arte, contra aquilo que eles julgam que o senso comum não aceitaria. Infelizmente estamos vivendo um momento muito parecido no Brasil. Generais estão indo à imprensa e a público ameaçando uma intervenção militar e o retorno de uma ditadura” (Foto: Leonardo Lucena)

RBA - O sindicalista e comentarista político da TVT José Lopes Feijóo disse na edição do Seu Jornal de quarta-feira (20) que o Brasil precisa superar as manifestações de ódio relacionadas com o nazismo e o fascismo para retomar a democracia. “Uma das características do fascismo e do nazismo é a intolerância contra o que é diferente. Contra os judeus, contra os portadores de deficiência, contra aqueles que pensam diferente, contra determinado tipo de arte, contra aquilo que eles julgam que o senso comum não aceitaria. Infelizmente estamos vivendo um momento muito parecido no Brasil. Generais estão indo à imprensa e a público ameaçando uma intervenção militar e o retorno de uma ditadura”, afirmou.

Feijóo também fez um apanhado dos fatos dos últimos dias que mostram claramente como o país vem perdendo a referência da democracia. “Pessoas ligadas a um determinado movimento que escreve a palavra ‘livre’ na sua denominação (em alusão ao Movimento Brasil Livre) invadem um museu de arte no Rio Grande do Sul para impedir uma exposição de obras de arte, porque eles não concordavam com essa exposição. Um juiz no interior de São Paulo proíbe a exibição de uma peça. Um outro juiz proíbe que um site de notícias utilize o termo ‘helicoca’, em referência ao helicóptero apreendido pela Polícia Federal com 500 kg de base de cocaína e esse helicóptero pertence ao senador Zeze Perrella. Sindicatos são proibidos pela justiça de dialogar com seus trabalhadores por meio dos chamados interditos proibitórios”, disse o comentarista, que lembrou ainda os casos de intolerância religiosa que também tem ganhado o noticiário. “Debaixo da ameaça de uma arma, uma mãe de santo é obrigada a destruir os seus símbolos religiosos”, destacou.

“Nós não podemos aceitar isso. O Brasil não pode se constituir nesse país onde as pessoas são excluídas por aquilo que pensam, ou por aquilo que defendem. Ou são excluídas pelo que são”, defende Feijóo.

Mas o comentarista também lembrou que setores organizados da sociedade estão se mobilizando em defesa da democracia. “Felizmente, nós estamos assistindo a episódios importantes de reação. Uma passeata com mais de 50 mil pessoas no Rio de Janeiro protestou contra a intolerância religiosa. Estão previstas para São Paulo (neste domingo, 24), também duas grandes manifestações com o mesmo tema da liberdade religiosa, e a liberdade de expressão".

Aconteceram em Brasília também manifestações contra a decisão desse juiz da ‘cura gay’. “Felizmente, setores da sociedade estão reagindo. Não pode um morador de um prédio dar tiro em um acampamento de trabalhadores e trabalhadoras sem teto, que ocupam uma área vazia há mais de 40 anos, por puro preconceito e contra pessoas que estão ali lutando por mais dignidade e pelo direito à moradia, que é um direito sagrado, inclusive previsto na Constituição brasileira”.

Para Feijóo, é preciso retomar a democracia e derrotar o Estado de exceção. “O Brasil precisa rapidamente retomar o caminho da liberdade e do Estado de direito.”

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247