Para 34,3%, vida piorou após golpe contra Dilma

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta quarta-feira 9 aponta que, para 34,3% dos brasileiros, a situação piorou após o impeachment que derrubou Dilma Rousseff, e somente 8,3% acreditam que melhorou; para 56%, as condições de vida durante o governo de Michel Temer permaneceram iguais se comparadas ao governo anterior

Para 34,3%, vida piorou após golpe contra Dilma
Para 34,3%, vida piorou após golpe contra Dilma (Foto: Stuckert/PT)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247- Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta quarta-feira 9 aponta que, para 34,3% dos brasileiros, a situação piorou após o impeachment que derrubou Dilma Rousseff, e somente 8,3% acreditam que melhorou. Para 56%, as condições de vida durante o governo de Michel Temer permaneceram iguais se comparadas ao governo anterior.

A pesquisa aponta ainda que a insegurança em relação ao futuro é a maior preocupação do brasileiro. Para 29%, o maior medo é sofrer algum tipo de violência, enquanto 27% temem perder o emprego. Entre 26% dos entrevistados, a piora na economia é a maior preocupação.

O levantamento foi feito entre os dias 27 de abril e 2 de maio, ouvindo 2.002 pessoas em 26 Estados e no Distrito Federal. A margem estimada de erro é de aproximadamente 2,0%.

continua após o anúncio

Nesta terça, outra pesquisa do instituto apontou que apenas 9% acreditam que o Brasil melhorou com a prisão do ex-presidente Lula, enquanto para 22,3% piorou e para 66%, permaneceu igual (leia mais).

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247