Para manter o foro, Temer pode deixar o Planalto e concorrer a deputado em 2018

De olho nos futuros processos contra Michel Temer, aliados do peemedebista tentam convencê-lo a se lançar candidato a deputado em 2018 e, assim, manter o direito ao foro privilegiado; para isso, Temer teria de deixar o Planalto seis meses antes da eleições; como Rodrigo Maia e Eunício Oliveira também devem concorrer, a Presidência cairia no colo da presidente do STF, Cármen Lúcia

Michel Temer
Michel Temer (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Aliados de Michel Temer tentam convencê-lo a concorrer a deputado federal em 2018, o que lhe garantiria foro no Supremo. Se for convencido, terá de deixar o cargo seis meses antes da eleição.

Como os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira, são os próximos na linha sucessória, mas também serão candidatos, se Temer sair, a Presidência cairia no colo da presidente do STF, Cármen Lúcia.

Eunício Oliveira (PMDB-CE) quer disputar o governo do Ceará de novo. Só desiste por Tasso Jereissati (PSDB-CE).

As informações são da Coluna do Estadão.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247