PB: Aécio torce pelo "apagão" e pelo "pibinho"

Paulo Bernardo, da pasta das Comunicações, defende a presidente Dilma dos ataques do tucano; para ele, o senador, que é apontado como o provável candidato do PSDB à eleição presidencial de 2014, reúne a velha guarda de economistas com uma receita velha: imposto alto, juros altos e corte de gasto, com os programas sociais indo para o vinagre

PB: Aécio torce pelo "apagão" e pelo "pibinho"
PB: Aécio torce pelo "apagão" e pelo "pibinho"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, saiu em defesa da presidente Dilma Rousseff com um discurso agressivo contra o senador Aécio Neves (PSDB), que "torce pelo apagão no fornecimento de energia e pelo pibinho".

"Não dá para ele e a oposição ficarem torcendo a favor do 'pibinho' e do apagão. Frente do contra é frente fria", afirmou Bernardo à Folha.

"Há vários banqueiros na equipe dele, é o partido do juro alto. Ele reúne a velha guarda de economistas com uma receita velha: imposto alto, juros altos e corte de gasto, com os programas sociais indo para o vinagre", acrescentou.

Provável candidato à Presidência da República em 2014, o senador mineiro engatou um discurso reativo ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

Ele acredita que a economia vai pautar o debate eleitoral da sucessão da petista e, por isso, se antecipou em discutir o tema com especialistas, como Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), como Pedro Malan (ex-ministro da Fazenda), Armínio Fraga (Banco Central)

Aécio se preocupa com os "gargalos na infraestrutura do País e com a falta de investimento público e de projetos de parcerias com o setor privado".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email