Plano B à candidatura de Lula equivale a um pedido de renúncia, diz Dilma

Presidente deposta pelo golpe afirma que as discussões sobre um possível plano B do PT à candidatura do ex-presidente Lula equivale aos pedidos de renúncia feitos contra ela; "Essa discussão sobre o plano B é igual a discussão sobre 'renuncie, presidente'. Pediam, 'renuncie, presidente, é um gesto de grandeza'. Gesto de grandeza nada. É a tentativa de mascarar o golpe", rebateu; para Dilma Rosuseff, a possibilidade de Lula ser impedido pela Justiça de participar das eleições de outubro é um sinal da "derrota do golpe"; "Este processo constrói a derrota do golpe e explica também o acirramento da disposição para atingir o presidente Lula", destacou

Dilma
Dilma (Foto: Paulo Emílio)

247 - Para a presidente deposta Dilma Rousseff, as discussões sobre um possível plano B do PT à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva equivale aos pedidos de renúncia feitos contra ela quando ainda era a chefe do Executivo nacional. Em sua avaliação, o que está em discussão é uma tentativa de legitimar o golpe que a tirou do poder em 2016.

"Essa discussão sobre o plano B é igual a discussão sobre 'renuncie, presidente'. Pediam, 'renuncie, presidente, é um gesto de grandeza'. Gesto de grandeza nada. É a tentativa de mascarar o golpe", afirmou durante um evento promovido pela Fundação Perseu Abramo e Maurício Garbois, ligados ao PT e PCdoB, respectivamente, em Porto Alegre.

Para Dilma, a possibilidade de Lula ser impedido pela Justiça de participar das eleições de outubro é um sinal da "derrota do golpe" que começou com o seu processo de impeachment. Em sua análise, ela destacou que após a Lava jato voltar-se contra os partidos que apoiaram o golpe, as forças políticas não conseguiram encontrar um nome para fazer frente ao constante crescimento de Lula nas pesquisas de intenção de voto.

Desde então, a inelegibilidade de Lula vem sendo defendida pelos partidos que apoiaram o impeachment. "Este processo constrói a derrota do golpe e explica também o acirramento da disposição para atingir o presidente Lula", afirmou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247