Presidente da Caixa, Pedro Guimarães desobedece TCU e segue estrelando vídeos institucionais do banco estatal

Tribunal de Contas da União já ordenou que a CEF retire do ar vídeos em que o presidente do banco se autopromove. Ordem é ignorada

www.brasil247.com -
Siga o Brasil 247 no Google News

247, com Metrópoles – O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que dá ordens verbais proibindo que assessores e mesmo funcionários de carreira circulem na sede da instituição financeira pública trajando roupas “vermelhas”, “em tons de tijolo” ou até mesmo da cor rosa, permanece estrelando vídeos de autopromoção misturados a ações de marketing do banco público.
Guilherme Amado, colunista do site Metrópoles, publicou nota nesta 5ª feira afirmando que Guimarães é o principal protagonista de um filme de dois minutos da CEF que divulga ações da instituição para pescadores. “Guimarães aparece com destaque nas imagens mesmo respondendo a um processo do TCU pelo uso do banco para se autopromover”, escreve Amado. O vídeo foi divulgado pela primeira vez em solenidade no Palácio do Planalto.


A apuração do TCU destina-se a saber se Guimarães usa a estrutura da Caixa para alavancar a sua imagem e alavancá-lo para algum cargo público nas eleições deste ano.

PUBLICIDADE

Segundo o colunista do Metrópoles, “o filme vai na contramão” das medidas determinadas pelo Tribunal de Contas “ao colocar Guimarães em uma posição de destaque, ora empurrando um barco que sai para pescar, ora alimentando peixes, entre outras diversas imagens que tentam passar a mensagem de proximidade dele com o dia a dia do beneficiado”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email