Presidente do BNDES pede demissão e pretende disputar Presidência

Paulo Rabello de Castro entregou nesta terça-feira sua carta de demissão a Michel Temer e disse no documento, divulgado pelo Palácio do Planalto, que deixará o cargo no dia 31 de março por conta do calendário eleitoral; Rabello, que é filiado ao PSC, pretende ser candidato à Presidência da República na eleição de outubro

Paulo Rabello de Castro, presidente do IBGE
Paulo Rabello de Castro, presidente do IBGE (Foto: Aquiles Lins)

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, entregou nesta terça-feira sua carta de demissão ao presidente Michel Temer e disse no documento, divulgado pelo Palácio do Planalto, que deixará o cargo no dia 31 de março por conta do calendário eleitoral.

Rabello, que é filiado ao PSC, pretende ser candidato à Presidência da República na eleição de outubro deste ano e pode acabar por enfrentar Temer no pleito. A legislação determina que aqueles que têm cargo no Executivo e disputarão a eleição precisam deixar seus cargos até 7 de abril. A regra não se aplica a Temer, que poderá disputar a reeleição no cargo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247