Presos os assassinos de Juan

Os quatro PMs que participaram da morte do garoto Juan foram detidos nesta tarde, no Rio de Janeiro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Os quatro policiais militares suspeitos de envolvimento no assassinato do garoto Juan de Moraes, de 11 anos, foram presos nesta tarde. Segundo a assessoria da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro, eles foram levados para o Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica, na zona norte da cidade. Os mandados de prisão temporária foram cumpridos pela Corregedoria da PM.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense concluiu que no dia 20 de junho Juan foi executado pelos sargentos Isaías Souza do Carmo e Ubirani Soares e pelos cabos Edilberto Barros do Nascimento e Rubens da Silva em operação forjada, na qual não houve troca de tiros com criminosos, na Favela Danon, em Nova Iguaçu. Na última terça-feira, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) havia pedido a prisão temporária dos PMs por dois homicídios duplamente qualificados, duas tentativas de homicídio e ocultação de cadáver.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email