Pressionado por dívida, ex de Furnas revela caixa 2

Dois processos sobre o caixa 2 de Furnas correm, neste momento, em segredo de justia no TJ de Minas Gerais; a declarao registrada em cartrio do ex-presidente de Furnas Dimas Fabiano Toledo, que 247 est publicando com exclusividade, nunca viera tona

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Marco Damiani_247 - O ex-presidente de Furnas Dimas Fabiano Toledo fez a sua “Declaração para Fins de Prova Judicial ou Extrajudicial”, na qual acusa o atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, de ter operado um caixa 2 de R$ 27, 4 milhões nas eleições de 2002, como parte de um acordo para pagamento de uma dívida de R$ 6 milhões com o consultor Nilton Antonio Monteiro.

Diz o documento que, por meio de duas notas promissórias, cujas fotocópias foram anexadas à declaração registrada em 6 de novembro de 2008 no 23º Ofício de Notas do Rio de Janeiro, o ex-presidente de Furnas pagaria a quantia devida ao consultor Nilton em duas parcelas.

Como e por que Dimas contraiu essa dívida com Nilton? O tema é tratado explicitamente na declaração:

“Eu, Dimas Fabiano Toledo e o advogado Carlos Felipe Amoedo, em conformidade com o nosso credor Nilton Antonio Monteiro, ajustamos a não divulgação da origem desta dívida, sob nenhuma hipótese”. Feito o registro, o signatário da declaração prossegue:

“Eu, Dimas Fabiano Toledo, assumo a elaboração da Lista de Furnas (com nomes e valores destinados a políticos que concorreram às eleições de 2002), documento que confeccionei em quatro vias, contendo cinco laudas, sendo que todas foram rubricadas e assinadas por este declarante”.

“O assunto da nossa dívida é outra história”, disse a 247 o consultor Nilton Antonio Monteiro. “Dimas chegou a me dever 12 milhões e só assinou a declaração porque eu avisei que eu mesmo iria denunciar todo o esquema, caso ele não se comprometesse a me pagar nos termos que eu exigi. Busquei uma proteção para mim”, completou.

Dois processos em regime de sigilo de Justiça correm neste momento no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, onde antigas denúncias de Nilton sobre o caixa dois de Furnas estão sendo apuradas. A declaração registrada em cartório do ex-presidente da estatal, no entanto, que 247 está publicando com exclusividade, nunca havia sido divulgada. Ela contém mais denúncias.


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email