Prevendo queda de Padilha, tucanos defendem Anastasia na Casa Civil

Ala tucana do governo de Michel Temer já dá como certa a queda de Eliseu Padilha da Casa Civil, depois da delação do empresário José Yunes, que revelou ter recebido um pacote de dinheiro em seu escritório em São Paulo, a pedido de Padilha; começa a ganhar corpo o nome do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para substituto de Padilha; "Além de atender Minas, o tucano ganhou fama de bom gestor no governo do Estado", diz a colunista Natuza Nery neste sábado, 25

Ala tucana do governo de Michel Temer já dá como certa a queda de Eliseu Padilha da Casa Civil, depois da delação do empresário José Yunes, que revelou ter recebido um pacote de dinheiro em seu escritório em São Paulo, a pedido de Padilha; começa a ganhar corpo o nome do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para substituto de Padilha; "Além de atender Minas, o tucano ganhou fama de bom gestor no governo do Estado", diz a colunista Natuza Nery neste sábado, 25
Ala tucana do governo de Michel Temer já dá como certa a queda de Eliseu Padilha da Casa Civil, depois da delação do empresário José Yunes, que revelou ter recebido um pacote de dinheiro em seu escritório em São Paulo, a pedido de Padilha; começa a ganhar corpo o nome do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para substituto de Padilha; "Além de atender Minas, o tucano ganhou fama de bom gestor no governo do Estado", diz a colunista Natuza Nery neste sábado, 25 (Foto: Aquiles Lins)

247 - A ala tucana do governo de Michel Temer (a grande maioria do governo) já dá como certa a queda de Eliseu Padilha da Casa Civil, depois que o empresário José Yunes, melhor amigo de Temer, revelou ter servido de "mula" para receber um pacote de dinheiro em seu escritório em São Paulo, a pedido de Padilha. 

Começa a ganhar corpo o nome do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para substituto de Padilha.

É o que diz a coluna Painel, da jornalista Natuza Nery, neste sábado, 25. Confira:

"Trem bão O nome de Antonio Anastasia começa a ser ventilado para a Casa Civil, se Eliseu Padilha não reassumir. Além de atender Minas, o tucano ganhou fama de bom gestor no governo do Estado.

Tudo de novo A cada vez que o nome de Anastasia surge como ministeriável, o senador repete à sua equipe o argumento: não ficaria bem ao relator do impeachment assumir um cargo no governo."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247