Prisão de Marcelo reabre debate golpista

Segundo a colunista Mônica Bergamo, antes restritas à oposição, e adormecidas nos dois últimos meses, conversas sobre um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff agora correm soltas entre parlamentares, ministros e lideranças do PMDB; a casa de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, teria virado um dos centros de reunião dos que passaram a defender, depois da prisão de Odebrecht, uma "saída" para a situação, que definem como "grave"

Segundo a colunista Mônica Bergamo, antes restritas à oposição, e adormecidas nos dois últimos meses, conversas sobre um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff agora correm soltas entre parlamentares, ministros e lideranças do PMDB; a casa de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, teria virado um dos centros de reunião dos que passaram a defender, depois da prisão de Odebrecht, uma "saída" para a situação, que definem como "grave"
Segundo a colunista Mônica Bergamo, antes restritas à oposição, e adormecidas nos dois últimos meses, conversas sobre um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff agora correm soltas entre parlamentares, ministros e lideranças do PMDB; a casa de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, teria virado um dos centros de reunião dos que passaram a defender, depois da prisão de Odebrecht, uma "saída" para a situação, que definem como "grave" (Foto: Roberta Namour)

247 - A prisão do empreiteiro Marcelo Odebrecht e o impacto da Lava Jato na economia reabriram o debate golpista sobre um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, antes restritas à oposição, e adormecidas nos dois últimos meses, elas agora correm soltas entre parlamentares, ministros e lideranças do PMDB.

A casa de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, teria virado um dos centros de reunião dos que passaram a defender, depois da prisão de Odebrecht, uma "saída" para a situação, que definem como "grave". O peemedebista, no entanto, não estaria de acordo com o afastamento de Dilma, o que abriria passagem para o vice-presidente Michel Temer, substituí-la.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247