CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Protógenes quer a CPI do Cachoeira, ma non tropo

Deputado que requereu a investigao aponta os caminhos para que ela no saia do papel

Protógenes quer a CPI do Cachoeira, ma non tropo (Foto: JOSE CRUZ/AGÊNCIA BRASIL)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Oficialmente, o deputado Protógenes Queiroz (PC do B/SP) quer que a CPI sobre a Operação Monte Carlo, que prendeu o bicheiro Carlos Cachoeira, seja instalada o mais rápido possível. Afinal, foi ele quem recolheu as assinaturas. No entanto, o próprio Protógenes tem indicado o caminho para que a comissão não saia, apontando dificuldades regimentais.

"Estão segurando a CPI da Privataria porque ela pode beneficiar ou prejudicar o ex-governador José Serra (PSDB-SP) nas eleições municipais de São Paulo. Não querem que ela vire palanque política para nenhum dos dois lados e ela só deve sair depois das eleições. A defesa do Cachoeira pode aproveitar isso para barrar qualquer CPI a respeito dele, já que o regimento interno dita que a Privataria deverá ser investigada primeiro, pois ela já foi protocolada", disse Protógenes ao Jornal do Brasil. Ainda de acordo com o parlamentar, acordos entre as lideranças da Câmara poderiam alterar a ordem da abertura de CPIs, mas se alguém questioná-la através do regimento interno, as chances de barrá-la são grandes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Desde que passou a recolher assinaturas para a CPI, Protógenes também teria recebido recados do próprio Cachoeira para que parasse. O bicheiro ameaçava contar tudo sobre a Operação Satiagraha, que deu notoriedade ao delegado. Braço direito do contraventor, o sargento Idalberto Martins, o Dadá, também foi preso na Operação Monte Carlo e atuou diretamente na Satiagraha, ao lado de Protógenes.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO