PSDB cobra explicações de Carvalho sobre caso Rose

"É inadmissível que a presidente Dilma mantenha em seu governo um ministro que atua para atrapalhar a apuração", criticou o líder tucano na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP); reportagem da revista Veja diz que o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência, teria tentado sabotar a investigação que resultou na abertura de processo disciplinar contra a ex-chefe de gabinete Rosemary Noronha; partido vai protocolar requerimentos no Senado e na Câmara pela convocação de Carvalho

PSDB cobra explicações de Carvalho sobre caso Rose
PSDB cobra explicações de Carvalho sobre caso Rose

247 - Líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP) protocolou nesta segunda-feira, na Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle, requerimento pedindo o comparecimento do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. O tucano quer que Carvalho explique seu suposto envolvimento com a tentativa de enfraquecer a investigação, em curso na Casa Civil, sobre a ex-chefe da gabinete da Presidência Rosemary Noronha.

Segundo denúncia publicada na revista Veja, a Secretaria-Geral da Presidência teria atuado para impedir que a sindicância comandada pela Casa Civil chegasse ao fim. As investigações teriam comprovado que Rose usava o cargo que ocupava na chefia do escritório da presidência da República em São Paulo para traficar interesses, influenciar decisões e indicar pessoas na estrutura pública.

 

Para pressionar Carvalho, o PSDB também abriu uma frente na Câmara. O líder do partido na Casa, deputado Carlos Sampaio (SP), anunciou dois requerimentos de convocação, a serem protocolados em duas comissões: Fiscalização Financeira e Controle e Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. O PSDB irá também protocolar representação no Ministério Público para que seja investigada suposta prática de improbidade administrativa por parte do ministro.

"É inadmissível que a presidente Dilma mantenha em seu governo um ministro que atua para atrapalhar a apuração em favor de uma ex-servidora, denunciada pela Polícia Federal por tráfico de influência. O correto é que ele seja afastado até o final dos trabalhos", disse Sampaio. De acordo com o tucano, Carvalho é uma ameaça ao trabalho de apuração contra Rosemary, já que, por ser ligado ao ex-presidente Lula, fica evidente a sua intenção de anular a investigação e, dessa forma, proteger Lula e Rose.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247