PSDB desiste de ação contra dissidentes a pedido de Serra

Deciso da Executiva Municipal, que abandonou o processo em que pede a cassao de seis vereadores que integraram o projeto poltico do prefeito Gilberto Kassab, racha a sigla

PSDB desiste de ação contra dissidentes a pedido de Serra
PSDB desiste de ação contra dissidentes a pedido de Serra (Foto: Isadora Brant/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A pedido de José Serra, pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo e aliado político de Gilberto Kassab, a Executiva Municipal do partido vai abandonar o processo em que pede a cassação de seis vereadores que integraram o projeto político do prefeito (PSD). A decisão, no entanto, não agradou a direção estadual, que promete agir.

Leia na reportagem de Daniela Lima, da Folha:

A Executiva Municipal do PSDB vai abandonar o processo em que pede a cassação do mandato de seis vereadores que deixaram a sigla no ano passado para fortalecer o projeto político do prefeito Gilberto Kassab (PSD).

A decisão, tomada ontem à noite por 12 votos a 2, atendeu solicitação de José Serra, pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo e aliado político de Kassab, mas abriu crise entre líderes tucanos.

Na última segunda, aliados de Serra tentaram aprovar a medida, mas não houve acordo. Ontem, a executiva cedeu.

Mas a direção estadual promete reagir. O presidente Pedro Tobias diz que enviará carta a filiados contra o que chama de "anistia dos traidores".

Em 2011, os vereadores saíram do PSDB para se filiar a siglas da base de Kassab, como PV e PSB, alegando perseguição. O PSDB pediu a cassação por infidelidade partidária.

A perseguição, segundo os dissidentes, vem da eleição de 2008, quando o PSDB dividiu-se entre o apoio a Geraldo Alckmin e a Kassab. Hoje, com a candidatura de Serra, Kassab e Alckmin voltaram a se aliar, e PV e PSB são cortejados pelo tucano.

Mesmo com a desistência, o Ministério Público pode continuar o processo sozinho.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email