Quebra de sigilo liga gabinete de Eduardo Bolsonaro a uma conta de ataques virtuais

Uma das páginas utilizadas para ataques virtuais e para estimular o ódio contra supostos adversários do presidente Jair Bolsonaro foi criada a partir de um computador localizado na Câmara dos Deputados e de um telefone utilizado pelo secretário parlamentar do deputado Eduardo Bolsonaro

(Foto: Michel Jesus - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma das páginas utilizadas para ataques virtuais e para estimular o ódio contra supostos adversários de Jair Bolsonaro foi criada a partir de um computador localizado na Câmara dos Deputados. A informação é do Portal UOL. 

A página, chamada Bolsofeios, também foi registrada a partir de um telefone utilizado pelo secretário parlamentar do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Eduardo Guimarães.

A reportagem diz que o email do registro da conta da página é "[email protected]"— endereço utilizado pela assessoria do filho do presidente para a compra de passagens e reserva de hotéis, através da cota parlamentar, como mostra a prestação de contas disponível no site da Câmara dos Deputados.

As informações foram enviadas pelo Facebook à CPMI das Fake News no Congresso, a partir de um pedido de quebra de sigilo referente a contas no Instagram feito pela comissão, acrescenta a reportagem. 

Na página "Bolsofeios" foi entrado ataques contra jornalistas, Supremo Tribunal Federal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e adversários políticos da família. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247