Rachado, PSDB quer viabilizar governador Eduardo Leite como alternativa do centro para 2022

Com o PSDB rachado e dividido entre apoiar as pretensões do governador de São Paulo, João Doria, e do apresentador Luciano Huck, uma ala do PSDB quer lançar o atual governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, como uma alternativa para enfrentar uma possível reeleição de Jair Bolsonaro em 2022

Governador Eduardo Leite
Governador Eduardo Leite (Foto: Felipe Dalla Valle)

247 - Em meio à polarização política e com algumas pesquisas indicando uma ligeira vantagem para a reeleição de Jair Bolsonaro em 2022, cresce a probabilidade de que o chamado centro lance um “candidato que não tem nada a perder”. De acordo com reportagem dos jornalistas Leo Branco e Silvia Amorim, da revista Época, uma das opções para uma candidatura de centro está no atual governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). 

Com o PSDB rachado e alvo de uma disputa interna protagonizada pelo governador de São Paulo, João Doria, e pelo apresentador de TV Luciano Huck, Leite desponta como uma “alternativa de longo prazo”, destaca a reportagem.  

“Conversei com ele longamente. É uma pessoa equilibrada, não vai no embalo. Ele sabe que tem de dar tempo ao tempo. O que eu gosto no Eduardo é que ele não está se precipitando e sabe de uma coisa muito importante: não adianta você querer ser (candidato). Os outros precisam querer que você seja”, disse o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. Como mérito do atual governador gaúcho, o texto destaca as reformas implementadas por ele para sanar as finanças estaduais. 

Leite já se mostrou disposto a ser uma alternativa para o centro. “Quando for o momento da construção de uma candidatura, de um projeto, estarei a postos para ajudar a articular um plano de governo, para ajudar a estruturar campanha, comunicação. Afinal, sou um ser político”, afirmou. 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247