Rejeição a Bolsonaro vai de 42% para 46% em uma semana

Depois de várias semanas em crescimento, Jair Bolsonaro estagnou nas intenções de voto no Ibope e viu sua rejeição aumentar 4 pontos em apenas uma semana; o segundo mais rejeitado é Fernando Haddad (30%), seguido de Marina Silva (25%), Geraldo Alckmin (20%) e Ciro Gomes (18%)

Rejeição a Bolsonaro vai de 42% para 46% em uma semana
Rejeição a Bolsonaro vai de 42% para 46% em uma semana (Foto: REUTERS/Diego Vara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A rejeição ao candidato que lidera as pesquisas de intenção de voto na disputa presidencial, Jair Bolsonaro, cresceu quatro pontos em apenas uma semana,  segundo o levantamento Ibope divulgado no início da noite desta segunda-feira 24, passando de 42% para 46%.

O segundo colocado no ranking é Fernando Haddad, cuja rejeição oscilou de 29% para 30%, seguido de Marina Silva (26% para 25%), Geraldo Alckmin (manteve os 20%) e Ciro Gomes (18% para 19%).

A pesquisa capta três semanas de propaganda eleitoral. Bolsonaro vivenciou uma trégua desde o período em que foi esfaqueado, em 6 de setembro, e teve sua visibilidade aumentada no noticiário. Recentemente, as críticas na campanha voltaram a mirar fortemente o candidato do PSL.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email