Renan culpa Moreira Franco por sua queda

Colunista político Tales Faria afirmou nesta terça-feira, 6, que o senador Renan Calheiros (PMDB) enxerga no ministro Moreira Franco o responsável pela decisão do ministro Marco Aurélio Melo que resultou em seu afastamento da presidência do Senado; "A estratégia seria a seguinte: desviar o foco do presidente Michel Temer e do governo, focalizando os protestos em direção ao Congresso. Especialmente sobre Renan, fragilizado não só pelas denúncias da Lava Jato, mas sobretudo pelo embate com o Judiciário para tentar aprovar regras mais rígidas na lei de abuso de autoridade", diz; queda de Renan, entretanto, levou o PT ao comando do Senado e o tiro pode ter saído pela culatra

Colunista político Tales Faria afirmou nesta terça-feira, 6, que o senador Renan Calheiros (PMDB) enxerga no ministro Moreira Franco o responsável pela decisão do ministro Marco Aurélio Melo que resultou em seu afastamento da presidência do Senado; "A estratégia seria a seguinte: desviar o foco do presidente Michel Temer e do governo, focalizando os protestos em direção ao Congresso. Especialmente sobre Renan, fragilizado não só pelas denúncias da Lava Jato, mas sobretudo pelo embate com o Judiciário para tentar aprovar regras mais rígidas na lei de abuso de autoridade", diz; queda de Renan, entretanto, levou o PT ao comando do Senado e o tiro pode ter saído pela culatra
Colunista político Tales Faria afirmou nesta terça-feira, 6, que o senador Renan Calheiros (PMDB) enxerga no ministro Moreira Franco o responsável pela decisão do ministro Marco Aurélio Melo que resultou em seu afastamento da presidência do Senado; "A estratégia seria a seguinte: desviar o foco do presidente Michel Temer e do governo, focalizando os protestos em direção ao Congresso. Especialmente sobre Renan, fragilizado não só pelas denúncias da Lava Jato, mas sobretudo pelo embate com o Judiciário para tentar aprovar regras mais rígidas na lei de abuso de autoridade", diz; queda de Renan, entretanto, levou o PT ao comando do Senado e o tiro pode ter saído pela culatra (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O colunista político Tales Faria afirmou nesta terça-feira, 6, que o senador Renan Calheiros (PMDB) enxerga no ministro Moreira Franco o responsável pela decisão do ministro Marco Aurélio Melo que resultou em seu afastamento da presidência do Senado. 

"A estratégia seria a seguinte: desviar o foco do presidente Michel Temer e do governo, focalizando os protestos em direção ao Congresso. Especialmente sobre Renan, fragilizado não só pelas denúncias da Lava Jato, mas sobretudo pelo embate com o Judiciário para tentar aprovar regras mais rígidas na lei de abuso de autoridade", diz Faria. 

Segundo ele, com a ascensão de Jorge Viana, do PT, à presidência do Senado, o tiro contra Renan Calheiros ameaça a votação das reformas que o governo tanto necessita para atravessar a "pinguela da interinidade de Michel Temer no governo".

"Agora todas as articulações do Planalto são para tentar desfazer a crise. Não é impossível. Mas Renan Calheiros sairá dela como mais um inimigo de Moreira Franco. E está definitivamente engrossado o rastro de desconfianças e rancores que tem se formado entre os caciques do PMDB nesta passagem pelo governo", afirmou. 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247