Reprovação a Bolsonaro sobe 11 pontos e chega a 50%, aponta pesquisa Ipec

Segundo o levantamento, apenas 23% dos entrevistados consideram a gestão de Jair Bolsonaro ótima ou boa, uma queda de cinco pontos em relação à última pesquisa, realizada em fevereiro. Outros 68% disseram não confiar em Jair Bolsonaro

www.brasil247.com -
(Foto: Mídia NINJA)


247 - A pesquisa Ipec divulgada nesta quinta-feira (24) apontou que o governo Jair Bolsonaro tem reprovação (ruim/péssimo) de 50%, um aumento de 11 pontos percentuais na comparação com o último levantamento, publicado em fevereiro (39%). Apenas 23% dos entrevistados consideram a gestão ótima ou boa, uma queda de cinco pontos (28%).

De acordo com as novas estatísticas, 26% acham a administração federal regular. Eram 31% na última pesquisa. Os que não souberam ou não responderam somaram 1%, diminuição de 1 p.p. (2%). Os números foram publicados pelo portal G1

Os eleitores também foram questionados sobre a maneira de governar de Bolsonaro, e 66% disseram não aprovar, alta de oito p.p. em relação ao último levantamento (58%). Só 30% aprovam (eram 38%) e não souberam ou não responderam, 4%, um p.p. a menos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conforme os dados, 68% disseram não confiar em Bolsonaro, sete p.p. a mais (61%). Ao todo, 30% afirmaram que confiam nele, uma queda de seis p.p. E 2% não souberam ou não responderam (eram 3%).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O levantamento foi feito de 17 a 21 de junho, com 2.002 pessoas em 141 municípios. A pesquisa tem margem de erro da pesquisa de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança, de 95%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email