CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Romano contesta Dilma e diz que PT vilipendia a política

Filósofo Roberto Romano comenta a afirmação da presidente, que denunciou uma campanha orquestrada para vilipendiar os políticos no Brasil; segundo ele, os responsáveis são os petistas, que teriam comprado o apoio do parlamento a preço vil

Romano contesta Dilma e diz que PT vilipendia a política
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Quando Renan Calheiros (PMDB/AL) venceu a disputa para o Senado, a presidente Dilma Rousseff fez questão de cumprimentá-lo e de também mandar uma importante mensagem ao País. Segundo ela, estava em curso uma campanha para vilipendiar a política no Brasil.

Neste domingo, o filósofo Roberto Romano, professor da Unicamp, decidiu contestar a presidente. Buscou as origens latinas do termo vilipendiar, que significa corromper a preço vil, e disse que a presidente usou a palavra certa, mas errou o alvo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo ele, não é imprensa que, de maneira orquestrada, tenta desmoralizar a atividade política. O principal responsável por esse estado de coisas seria, na sua visão, o próprio PT. "Vilipêndio da política ocorre quando integrantes do partido governista compram parlamentares (não raro a preço vil) para que votem em favor da presidência e de seus ministérios".

Romano cita a condenação da "quadrilha" na Ação Penal 470 e conclui afirmando que no Congresso ainda impera o "é dando que se recebe". Ou seja: a despeito da crítica, ele não aponta uma saída, num modelo presidencialista onde a governabilidade depende do Poder Legislativo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO