Senado veta Bernardo Figueiredo na diretoria da ANTT

O principal fator que levou rejeio foi o pronunciamento do Tribunal de Contas da Unio fazendo restries manuteno de Figueiredo por mais quatro anos no comando da agncia; Planalto foi surpreendido

Senado veta Bernardo Figueiredo na diretoria da ANTT
Senado veta Bernardo Figueiredo na diretoria da ANTT (Foto: Renato Araújo/Agência Brasil)

O Senado rejeitou por 36 votos a recondução de Bernardo Figueiredo para a diretoria-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Houve 31 votos a favor da recondução por mais quatro anos e uma abstenção. A decisão foi tomada no plenário do Senado e não cabe reavaliação.

O principal fator que levou à rejeição foi o pronunciamento do Tribunal de Contas da União (TCU) fazendo restrições à Figueiredo ficar mais quatro anos no comando. Lido em plenário pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), o trabalho do TCU constatou "ociosidade elevada das linhas férreas concedidas para o transporte ferroviário de carga".

Susto

A rejeição foi mais um susto para o Palácio do Planalto, segundo fontes do governo. Por essa, o Planalto não esperava. Apesar disso, numa primeira avaliação, a interpretação é de que o movimento demonstra que a bancada do PMDB está em crise, reforçando a briga com o PT.

A votação do pedido de recondução de Figueiredo foi secreta, mas fontes disseram que o PDT também deu o troco e votou contra o governo. Por enquanto, o que se sabe é que o PR votou todo com o governo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247