Serra não desiste de 2014 e cogita fundar partido

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, descarta interesse do tucano em cargo de secretário estadual; plano, revelado por Roberto Freire, do PPS, seria a disputa pela Presidência da República, com ou sem o PSDB, que já tem preferência por Aécio Neves

Serra não desiste de 2014 e cogita fundar partido
Serra não desiste de 2014 e cogita fundar partido
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Um cargo de secretário estadual da Saúde no governo Alckmin é um bom prêmio de consolação para José Serra depois de perder a disputa à Prefeitura de São Paulo com o petista Fernando Haddad. Uma vez de volta à ativa, o PSDB teria Aécio Neves como candidato à presidência da República, Geraldo Alckmin na disputa pela reeleição ao Palácio dos Bandeirantes e Serra entraria na briga por uma vaga de Senador. Tudo se encaixa perfeitamente se não fosse por um detalhe: aos 70 anos, Serra ainda não desistiu do sonho de ser presidente do Brasil.

Com a preferência declarada do partido por Aécio, que agora tem o ex-presidente FHC como guru, o ex-governador de São Paulo cogita fundar um novo partido, assim como fez Gilberto Kassab com o PSB, para viabilizar sua candidatura em 2014.

O presidente nacional do PPS, Roberto Freire (SP) confirmou o interesse dos dois lados: "Poderíamos criar uma nova sigla. Isso foi conversado com Serra".

A ideia, no entanto, não é unanimidade entre serristas – que ainda aconselham o tucano a permanecer na sigla e disputar a indicação com Aécio - e nem no PPS, uma ala defende aproximação com Dilma Rousseff.

Vice em seu governo de São Paulo, Alberto Goldman afirma que Serra só deverá tomar uma decisão depois de maio, mês em que ocorrerá a eleição da nova Direção Nacional do PSDB.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email