STF dá 48 horas para Anvisa explicar paralisação dos testes da CoronaVac

Ricardo Lewandowski determinou que a Anvisa, "observado o âmbito de sua autonomia técnica, preste informações complementares àquelas já ofertadas pela Presidência da República e pela AGU"

Ricardo Lewandowski
Ricardo Lewandowski (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou que a Anvisa preste explicações sobre a decisão que paralisou os testes da vacina chinesa CoronaVac contra a Covid-19. O órgão tem 48 horas para cumprir a ordem.

No despacho, o ministro exige que a Anvisa, "observado o âmbito de sua autonomia técnica, preste informações complementares àquelas já ofertadas pela Presidência da República e pela AGU acerca dos critérios utilizados para proceder aos estudos concernentes a vacina CoronaVac, sobre o estágio de aprovação dessa vacina e demais vacinas contra a Covid-19".

Desde a paralisação dos testes, o tema tem movimentado o debate político.

Leia a íntegra da decisão de Lewandowski:

despacho-ricardo-lewandowski

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247