CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Temer diz que discurso de delator é "apalhaçado"

Vice-presidente da República ri ao ser questionado sobre acusação que o envolve no chamado "mensalão do DEM", suposto esquema de compra de votos no DF; delator do escândalo, Durval Barbosa disse na Justiça ter ouvido do ex-governador José Roberto Arruda que o apoio do PMDB foi comprado por R$ 1 milhão por mês em 2007 e que parte do dinheiro ia para Temer

Temer diz que discurso de delator é "apalhaçado"
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), riu nesta quinta-feira ao ser questionado sobre a acusação de estar envolvido no chamado "mensalão do DEM", suposto esquema de compra de votos que derrubou o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. "Eu dou risada, porque é tão apalhaçado isso daí, né?", disse Temer, durante ato de campanha do candidato Maguito Vilela (PMDB) em Aparecida de Goiânia, a 15 Km de Goiânia.

Delator do escândalo, o ex-secretário Durval Barbosa envolveu Temer durante depoimento prestado à Justiça do DF na última terça-feira. Barbosa revelou ter ouvido de Arruda que o governo da capital federal havia conseguido o apoio do PMDB nacional, em 2007, por um custo de R$ 1 milhão por mês, pagos ao atual vice-governador do DF, Tadeu Filippelli. Durval disse que, segundo Arruda, parte do dinheiro ia para Temer.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Já distribuí uma nota dizendo do absurdo disso. Aliás, isso se falou há três anos atrás, né?", acrescentou Temer. Na nota, a vice-presidência alega que "é completamente fantasiosa a versão divulgada" por Durval Barbosa e que "o vice-presidente repudia com veemência e indignação essas calúnias". A resposta oficial acrescenta que "esse assunto jamais chegou aos seus ouvidos". Também por meio de nota, Filipelli afirmou que o depoimento de Barbosa é "irresponsável e absurdo".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO