Temer, Maia e Gilmar se reúnem fora da agenda

Encontro aconteceu na tarde deste sábado na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e fora dos registros oficiais dos três políticos; o Palácio do Planalto confirmou o encontro, mas não disse o que foi discutido; já a assessoria do presidente do TSE e ministro do STF Gilmar Mendes voltou a dar o argumento do tema da reforma política

Encontro aconteceu na tarde deste sábado na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e fora dos registros oficiais dos três políticos; o Palácio do Planalto confirmou o encontro, mas não disse o que foi discutido; já a assessoria do presidente do TSE e ministro do STF Gilmar Mendes voltou a dar o argumento do tema da reforma política
Encontro aconteceu na tarde deste sábado na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e fora dos registros oficiais dos três políticos; o Palácio do Planalto confirmou o encontro, mas não disse o que foi discutido; já a assessoria do presidente do TSE e ministro do STF Gilmar Mendes voltou a dar o argumento do tema da reforma política (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Já virou costume. Na tarde deste sábado 19, mais uma vez, Michel Temer teve uma reunião fora da agenda.

Desta vez, além do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral e membro do Supremo Tribunal Federal, seu companheiro de costume nessas façanhas, esteve também o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A reunião foi na casa do deputado.

O Palácio do Planalto confirmou o encontro, mas não disse o que foi discutido. Já a assessoria de Gilmar voltou a dar o argumento do tema da reforma política, também usado em outras reuniões.

No último dia 8, Temer também causou polêmica ao receber no Palácio do Jaburu, mais uma vez fora da agenda, a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, às 22h.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247