Tucano defende processo contra Rosemary

"Afinal, quem é essa mulher que fazia diversas viagens, inclusive internacionais, ao lado do presidente?", questiona o deputado Márcio Bittar

Tucano defende processo contra Rosemary
Tucano defende processo contra Rosemary
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O deputado federal Márcio Bittar (PSDB-AC) defende a abertura do processo disciplinar contra a aliada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Rosemary Noronha, alvo da operação Porto Seguro, da Polícia Federal.

"É óbvio que ela deve ser investigada. Tudo foi documentado pela Polícia Federal. Afinal, quem é essa mulher que fazia diversas viagens, inclusive internacionais, ao lado do presidente e que operava livremente em agências reguladoras? Espero que a ministra [Gleisi Hoffmann] aceite a recomendação da comissão e que a processo seja aberto o mais rápido possível", afirma.

O parlamentar destaca, ainda, o silêncio do ex-presidente sobre o caso. "Lula está agindo como sempre, dando silêncio como resposta. Precisa compreender que no cargo que ocupou e o que ele representa agora para o Brasil não tem o direito de se calar diante de denúncias gravíssimas", conclui.

A consequência do processo disciplinar pode resultar na proibição de Rosemary em ocupar cargos públicos, candidatura a cargos eletivos, bem como indisponibilidade dos bens e ressarcimento de eventuais prejuízos causados. A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, tem até segunda-feira 28 para decidir se aceita a recomendação da comissão de sindicância do governo para abrir o processo.

Com informações do PSDB

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247