Tucanos avisam que bancada decidiu jogar Temer ao mar

Lideranças do PSDB comunicaram a interlocutores de Michel Temer que, entre 15 e 20 dos 46 deputados da sigla têm manifestado a pretensão de votar contra a denúncia por corrupção passiva, ou seja, a favor de Temer, o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País; mesmo com o discurso de que já espera a saída do PSDB, o governo teme que, às vésperas da votação, o movimento de mais da metade da bancada da legenda tucana contra Temer influencie outros partidos, como DEM e PPS

Lideranças do PSDB comunicaram a interlocutores de Michel Temer que, entre 15 e 20 dos 46 deputados da sigla têm manifestado a pretensão de votar contra a denúncia por corrupção passiva, ou seja, a favor de Temer, o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País; mesmo com o discurso de que já espera a saída do PSDB, o governo teme que, às vésperas da votação, o movimento de mais da metade da bancada da legenda tucana contra Temer influencie outros partidos, como DEM e PPS
Lideranças do PSDB comunicaram a interlocutores de Michel Temer que, entre 15 e 20 dos 46 deputados da sigla têm manifestado a pretensão de votar contra a denúncia por corrupção passiva, ou seja, a favor de Temer, o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País; mesmo com o discurso de que já espera a saída do PSDB, o governo teme que, às vésperas da votação, o movimento de mais da metade da bancada da legenda tucana contra Temer influencie outros partidos, como DEM e PPS (Foto: Leonardo Lucena)

247 - Lideranças do PSDB comunicaram na semana passada a interlocutores de Michel Temer que, entre 15 e 20 dos 46 deputados da sigla têm manifestado a pretensão de votar contra a denúncia por corrupção passiva, ou seja, a favor de Temer, o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País.

De acordo com o blog de Andréia Sadi, o Palácio do Planalto está preocupado, pois, apesar do discurso de que já espera a saída do PSDB, o governo teme que, às vésperas da votação, o movimento de mais da metade da bancada da legenda tucana contra Temer influencie outros partidos, como DEM e PPS.

Acuado, Temer pediu a ministros do PSDB, principalmente ao articulador político, Antonio Imbassahy, faça uma nova rodada de conversa nos próximos dias com os parlamentares tucanos com o objetivo de aumentar o número de votos favoráveis ao governo.

Na próxima semana, Planalto vai se concentrar nas negociações com os partidos do chamado "Centrão", para a Câmara barrar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247