Uma cena ridícula no Piantella

Demóstenes canta Sinatra no restaurante do poder: “Let me try again...” Será que ele terá uma segunda chance?

Uma cena ridícula no Piantella
Uma cena ridícula no Piantella (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Cassado, o ex-senador Demóstenes Cachoeira, ou melhor, Demóstenes Torres perdeu a noção do ridículo. Num jantar no restaurante Piantella, reduto dos poderosos em Brasília, que pertence ao advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, ele se dirigiu ao piano, depois de uns goles, e cantou um célebre sucesso de Frank Sinatra. “Let me try again...”

No restaurante, estava presente Luiz Pacheco, que, na segunda, defendeu José Genoíno e disse que o ex-presidente do PT foi alvo de um tribunal nazista. “Senador, o senhor ainda vai recuperar o seu prestígio”, disse ele.

Nem se fosse Sinatra ao vivo, isso seria possível com Demóstenes Torres.

Assista, abaixo, ao verdadeiro:

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email