Vice-presidente do PSDB quer recorrer da decisão do TSE

"Temos a obrigação", avalia o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, vice-presidente nacional do partido que apresentou a ação ao Tribunal Superior Eleitoral pedindo a cassação da chapa Dilma-Temer; para ele, embora o partido seja hoje aliado de Temer, "o presidente perdeu a capacidade de governar"

"Temos a obrigação", avalia o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, vice-presidente nacional do partido que apresentou a ação ao Tribunal Superior Eleitoral pedindo a cassação da chapa Dilma-Temer; para ele, embora o partido seja hoje aliado de Temer, "o presidente perdeu a capacidade de governar"
"Temos a obrigação", avalia o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, vice-presidente nacional do partido que apresentou a ação ao Tribunal Superior Eleitoral pedindo a cassação da chapa Dilma-Temer; para ele, embora o partido seja hoje aliado de Temer, "o presidente perdeu a capacidade de governar" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O vice-presidente nacional do PSDB, Alberto Goldman, defende que o partido recorra da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que absolveu a chapa Dilma-Temer, informa a coluna Painel neste sábado.

"Temos a obrigação", avalia o ex-governador de São Paulo. Foi o PSDB que apresentou a ação ao TSE pedindo a cassação da chapa, após a eleição presidencial de 2014.

Para ele, embora o partido seja hoje aliado de Temer, "o presidente perdeu a capacidade de governar". "Sabemos que vão surgir fatos novos que mostrarão que este governo tem um limite", acrescentou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247