Visando 2022, partidos começam assédio a Moro

Ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que deixou o governo há menos de um mês, já teria sido foi procurado pelo PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro, e pelo Podemos, visando uma possível candidatura presidencial em 2022

(Foto: Lula Marques)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com menos de um mês fora do governo Jair Bolsonaro, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro já foi procurado por ao menos dois partidos visando uma possível candidatura presidencial em 2022. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o ex-juiz já teria sido procurado por ao menos dois partidos para tratar do assunto,  pelo PSL, ex-partido de Bolsonaro, e pelo Podemos. 

A avaliação é que Moro pode quebrar a polarização atual entre o bolsonarismo e a esquerda, além de contar com a simpatia de parte do eleitorado em função da Lava Jato. Também contaria a seu favor o apoio da bancada Muda Senado, que defende propostas caras a Moro, como o pacote anticrime e a prisão após condenação em segunda instância. 

Apesar do desejo das legendas, Moro tem avaliado que qualquer movimentação politica que fizer no atual momento servirá de munição para que os bolsonaristas o ataquem.

“Ele não quer conversar sobre isso (2022), até porque seria fornecer munição ao inimigo. Nesse momento de consciência cívica não estamos pensando em eleição. Mas depois de vencida esta etapa, se houver interesse dele o partido estará de braços abertos”, disse o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) 

“A ligação dele é mais próxima com o Podemos, mas o PSL está com a ficha na fila. Sérgio Moro racha esse público bolsonarista que é anti-esquerda e combate à corrupção”, ressaltou Major Olimpio (PSLSP), líder do partido no Senado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247