“Vou derrotar as máquinas do PT e do PSDB”

Candidato à prefeitura de Curitiba pelo PMDB, Rafael Greca afirmou que será capaz de vencer o prefeito Luciano Ducci, apoiado pelos tucanos, e seu rival Gustavo Fruet, que conta com o PT

“Vou derrotar as máquinas do PT e do PSDB”
“Vou derrotar as máquinas do PT e do PSDB” (Foto: Marcelo Andrade/Folhapress)

247 – Curitiba, a capital paranaense, é palco de uma disputa curiosa na sucessão municipal de 2012. Nem o PT, que tem figuras fortes no estado, como o casal de ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, nem o PSDB, que tem o governador Beto Richa, lançaram candidatos. Os petistas apóiam Gustavo Fruet, do PDT, e os tucanos vão de Luciano Ducci, o atual prefeito, que é do PSB. Ambos estão empatados na liderança, na companhia de Ratinho Junior, filho do apresentador Carlos Massa.

Há, no entanto, um nome forte correndo por fora. É o do ex-prefeito Rafael Greca, do PMDB. "Vou derrotar as duas máquinas políticas mais poderosas do País: a do PT e a do PSDB", disse ele ao 247. No debate, Greca falou que seu segredo é o "amor por Curitiba". Segundo ele, as pesquisas que o apontam em quarto lugar, com 10% das intenções de voto, foram compradas e não representam a realidade. "Tenho, pelo menos, 15%".

Como prefeito, ele sucedeu Jayme Lerner e foi muito bem avaliado. Acabou se tornando ministro dos Esportes do governo FHC, mas foi abatido por denúncias plantadas por Carlos Cachoeira, que pretendia legalizar os bingos no Brasil. Recentemente, todas as denúncias contra Greca foram arquivadas – e Cachoeira, seu algoz, está preso. "Devolveram a minha história", disse ele, que, na disputa atual, conta com o apoio do ex-governador Roberto Requião.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247