Wagner: Derrotada a conspiração, Temer deve renunciar

O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse

O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse
O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse (Foto: Valter Lima)

247 - O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda-feira (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar".

Para o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial". "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira".

"Não há educação para conspiradores. Conspirador não tem código de ética", reforçou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247