Wagner: Derrotada a conspiração, Temer deve renunciar

O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse

O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse
O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar"; pra o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial"; "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira", disse (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Jaques Wagner (PT) afirmou nesta segunda-feira (11) que "se a presidente passar pelo impeachment, o mínimo de coerência, uma vez derrotada a conspiração, é que Temer deveria renunciar".

Para o petista, o vice-presidente Michel Temer "gravou o áudio imaginando estar com a faixa presidencial". "O áudio macula a história do Temer. É uma nota triste para democracia brasileira".

"Não há educação para conspiradores. Conspirador não tem código de ética", reforçou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email