300 do Brasil faz iniciação e devassa na vida de quem entra no grupo

Após a entrevista, os integrantes tiram foto da documentação e inspecionam o celular dos interessados. Olham as redes sociais e analisam se a pessoa tem o perfil do grupo

(Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ala extremista de apoiadores de Jair Bolsonaro, o acampamento 300 do Brasil promove uma verdadeira devassa na vida de quem pretende entrar no grupo. De acordo com uma seguidora, os interessados passam por uma entrevista com o responsável pela inscrição. As informações são do site Metrópoles

No processo seletivo, os entusiastas precisam informar sua cidade natal, em quem votou, se conhece o movimento, se tem redes sociais e se deseja acampar.

Os pretendentes também devem apresentar RG, CPF e entregar o celular a um dos coordenadores. O candidato também recebe um resumo do que é o movimento e quais são suas diretrizes. 

Após a entrevista, os integrantes tiram foto da documentação e inspecionam o celular dos interessados. Olham as redes sociais e analisam se a pessoa tem o perfil do grupo. Também verificam se há antecedentes criminais. Depois de passar pela triagem e de ter o seu cadastro aprovado pelo coordenador, o indivíduo se torna, oficialmente, membro do 300 do Brasil.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247