Alckmin convida Cristovam Buarque para elaborar propostas de educação

Presidenciável pelo PSDB, Geraldo Alckmin convidou o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) para elaborar suas propostas de governo na área da educação; o parlamentar vai sugerir ao tucano defender educação em tempo integral e a federalização do ensino básico; senador, que foi ministro da Educação no governo Lula e traiu o eleitorado ao votar pelo golpe, vai afundar de vez a carreira política ao contribuir com o projeto tucano

Presidenciável pelo PSDB, Geraldo Alckmin convidou o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) para elaborar suas propostas de governo na área da educação; o parlamentar vai sugerir ao tucano defender educação em tempo integral e a federalização do ensino básico; senador, que foi ministro da Educação no governo Lula e traiu o eleitorado ao votar pelo golpe, vai afundar de vez a carreira política ao contribuir com o projeto tucano
Presidenciável pelo PSDB, Geraldo Alckmin convidou o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) para elaborar suas propostas de governo na área da educação; o parlamentar vai sugerir ao tucano defender educação em tempo integral e a federalização do ensino básico; senador, que foi ministro da Educação no governo Lula e traiu o eleitorado ao votar pelo golpe, vai afundar de vez a carreira política ao contribuir com o projeto tucano (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - O pré-candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, convidou o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) para elaborar suas propostas de governo na área da educação. O parlamentar vai sugerir ao tucano defender educação em tempo integral e a federalização do ensino básico, segundo nota da Coluna do Estadão deste domingo 29.

O senador, que foi ministro da Educação no governo Lula e reitor da UnB (Universidade de Brasília), mas depois traiu seu eleitorado ao votar pelo golpe contra Dilma Rousseff, vai afundar de vez a carreira política ao contribuir com o projeto tucano.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247