Alexandre de Moraes manda governo Bolsonaro retomar divulgação completa da Covid-19

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que o governo Bolsonaro retome a divulgação na íntegra dos dados globais sobre o coronavírus no país. A decisão responde ao pedido feito pelos partidos Rede Sustentabilidade e PCdoB

Ministro Alexandre de Moraes, do STF 21/02/2017
Ministro Alexandre de Moraes, do STF 21/02/2017 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro do STF Alexandre de Moraes ordenou a imediata divulgação na íntegra de todos os dados nacionais sobre o coronavírus nos relatórios apresentados pelo ministério da Saúde. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “desde a semana passada, o governo tem sido alvo de críticas por atrasar a divulgação dos dados sobre a pandemia no Brasil. Além disso, o acumulado deixou de informado e passaram a ser publicados apenas os casos registrados na últimas 24 horas. Moraes, na decisão, mandou o governo retomar a divulgação no formato anterior. Na decisão liminar (provisória), o ministro ordenou que o ministério faça a divulgação "exatamente conforme realizado até 4 de junho". Portanto, sem a alteração anunciada pelo ministério nesta segunda.”

A matéria ainda acrescenta que “mais cedo, o Ministério da Saúde recuou e anunciou que vai manter disponíveis os números acumulados de mortes e de casos confirmados da Covid-19. No entanto, a pasta também confirmou que vai promover uma mudança na divulgação, dando destaque aos dados efetivamente ocorridos nas últimas 24 horas.”

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email