Aliados de Bolsonaro temem que derrota de Trump tenha reflexos em 2022

Para auxiliares de Jair Bolsonaro, em um desfecho negativo para Trump, o governo federal precisará se tornar "cada vez mais pragmático, moderado na política para buscar a reeleição, e distante do chamado grupo ideológico"

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma entrevista coletiva no Rose Garden da Casa Branca, em Washington (EUA)
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma entrevista coletiva no Rose Garden da Casa Branca, em Washington (EUA) (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Aliados de Jair Bolsonaro observam preocupados a iminente eleição do candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, e consequentemente a derrota do atual mandatário, Donald Trump, segundo publicação de Andréia Sadi no G1.

Interlocutores avaliam possíveis reflexos, em caso de derrota de Trump, na tentativa de reeleição de Bolsonaro em 2022 e já traçam estratégias para diminuir os riscos. "Eles defendem um Bolsonaro cada vez mais pragmático, moderado na política para buscar a reeleição, e distante do chamado grupo ideológico", destaca o texto da jornalista.

Auxiliares do governo tentam principalmente afastar Bolsonaro de seu núcleo ideológico e também tentam diminuir os impactos de Eduardo e Carlos Bolsonaro na gestão. "O problema da estratégia de aliados de Bolsonaro, na verdade, é convencê-lo a se afastar do chamado núcleo ideológico. Motivo: dois de seus filhos — Carlos e Eduardo — são os principais entusiastas do chamado grupo ideológico, e cobram gestos do presidente aos apoiadores 'raiz'".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247