Aras manobra na PGR para não desagradar Bolsonaro com relatório da CPI da Covid

O procurador decidiu que só tomará alguma atitude sobre o relatório da CPI da Covid após uma análise prévia por um órgão da PGR

www.brasil247.com - Augusto Aras
Augusto Aras (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)


247 - Integrantes da Procuradoria-Geral da República (PGR) avaliaram que Augusto Aras tenta fazer uma manobra para diminuir o desgaste de Jair Bolsonaro com a CPI da Covid. O procurador decidiu que só tomará alguma atitude sobre o documento da Comissão Parlamentar de Inquérito após uma análise prévia por um órgão da PGR. A informação foi publicada pela coluna de Bela Megale

De acordo com procuradores, Aras não pode delegar a um órgão externo uma função exclusiva do procurador-geral da República, como a de analisar o relatório final da CPI. 

A Constituição Federal estabeleceu que o documento final de uma CPI deve ser remetido ao MP e à PGR, no caso de autoridades com foro. Se o órgão não cumprir seu dever de investigar, os senadores pretendem apresentar o documento diretamente ao Supremo Tribunal Federal (STF).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os nove crimes imputados a Bolsonaro foram infração de medida sanitária preventiva, epidemia com resultado morte, prevaricação, incitação ao crime, charlatanismo, emprego irregular de verbas públicas, falsificação de documento particular, crimes contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos, e, por último, crimes de responsabilidade (violação de direito social e incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O relatório, que será entregue nesta quarta-feira (27) à PGR tem como alguns dos focos Bolsonaro e seus três filhos, Flávio, Eduardo e Carlos, além de outros membros do governo como o do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, do ministro da Casa Civil, Braga Neto, e do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email