Às lágrimas, familiares de militares gritam "Bolsonaro traidor" por reforma da Previdência

"Ele nunca mais vai ter um voto meu, nem o filho dele", disse chorando uma militar, depois que Bolsonaro mobilizou seus deputados para derrubar uma emenda do PSOL que garantiria reajuste para praças e militares de baixa patente. "Bolsonaro traidor" ecoa nos corredores da Câmara (vídeo)

Militares e familiares chamam Bolsonaro de traidor
Militares e familiares chamam Bolsonaro de traidor (Foto: Presidência / reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Militares e seus familiares estão aos gritos na Câmara dos Deputados chamando Jair Bolsonaro de "traidor" nesta terça-feira 29, indignados com a articulação do governo federal para derrubar uma emenda do PSOL que garantiria reajuste para praças e militares de baixa patente.

"Ele nunca mais vai ter um voto meu, nem o filho dele", disse uma militar, chorando. "Bolsonaro, você e seus filhos nunca mais terão votos da família militar", disse outra. "Bolsonaro traidor", no entanto, foi o grito que mais ecoou nos corredores da Casa.

O PSOL informou que irá recorrer ao plenário para barrar o que chama de "injustiça com a base dos militares". "O 'mito' cai e verdade vem à tona", comentou o deputado federal Ivan Valente, líder do PSOL na Câmara.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247