Assessor de aliado de Temer tenta atropelar ciclistas em Brasília

Tiago Canabarro, assessor parlamentar do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), tentou atropelar seis ciclistas na Asa Sul, em Brasília; após xingar e jogar o carro em cima dos jovens, o assessor saiu do automóvel e tentou agredi-los com uma faca; o assessor foi liberado após assinar um termo circunstanciado por tentativa de agressão e responderá ao inquérito em liberdade

Tiago Canabarro, assessor parlamentar do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), tentou atropelar seis ciclistas na Asa Sul, em Brasília; após xingar e jogar o carro em cima dos jovens, o assessor saiu do automóvel e tentou agredi-los com uma faca; o assessor foi liberado após assinar um termo circunstanciado por tentativa de agressão e responderá ao inquérito em liberdade
Tiago Canabarro, assessor parlamentar do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), tentou atropelar seis ciclistas na Asa Sul, em Brasília; após xingar e jogar o carro em cima dos jovens, o assessor saiu do automóvel e tentou agredi-los com uma faca; o assessor foi liberado após assinar um termo circunstanciado por tentativa de agressão e responderá ao inquérito em liberdade (Foto: Charles Nisz)

Brasília 247 - Um assessor parlamentar do deputado federal Darcísio Perondi (PMDB-RS) tentou atropelar um grupo de ciclistas na 913 Sul, em Brasília. Vídeos registraram o momento em que Tiago Canabarro conduz o veículo, de forma descontrolada, em direção a seis pessoas que voltavam pedalando do velório do estudante Raul Aragão, 23 anos, morto por um carro no sábado (21). 

Registrada na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), a tentativa de agressão aconteceu por volta das 13h no dia 23. Segundo o professor de geografia Mateus Baruci, 26, por pouco não aconteceu uma nova fatalidade. De acordo com Mateus, ele e os amigos seguiam na faixa da direita, quando começaram a receber insultos de Tiago e que "iriam morrer se não saíssem da frente. Tiago desceu do carro com uma faca e ameaçou agredi-los, mas foi contido por um sargento do Corpo de Bombeiros que passava pelo local. A Polícia Militar foi acionada e todos seguiram para a 1ª DP.

Na delegacia, Tiago continuou a agredir verbalmente os ciclistas. Tiago dizia que “eles não sabiam com quem estavam falando” e que “não deixaria barato”. O assessor foi liberado após assinar um termo circunstanciado por tentativa de agressão e responderá ao inquérito em liberdade. Por ironia, Tiago colou em seu carro um adesivo sugerindo que motoristas mantenham a distância de segurança de 1,5 metro dos ciclistas.

O estudante de sociologia da Universidade de Brasília (UnB) Raul Aragão foi atropelado no sábado (22), por volta das 14h40, entre as quadras 406 e 407 Norte. A ONG Rodas da Paz vai reconstruir a bicicleta de Raul e realizar um ghost bike - bikes brancas instaladas em locais de acidentes fatais com ciclistas, como memoriais. Somente este ano, segundo o Departamento de Trânsito (Detran), 14 ciclistas morreram no DF. Em 2016, foram 19.

Leia reportagem do site Metrópoles sobre o assunto. 

 

 


Ao vivo na TV 247 Youtube 247