Atendentes do 190 e 193 permanecem parados

Sem salrio, os 200 profissionais que pararam as atividades na sexta-feira (10) decidiram em assembleia neste sbado (11) continuar afastados do trabalho at o novo encontro, na quinta-feira (16)

Natalia Emerich _Brasília247 – Com o salário de janeiro atrasado, funcionários da prestadora de serviços Fiança que atendem aos telefones de emergência 190 e 193 decidiram em assembleia neste sábado (11) manter a paralisação das atividades até quinta-feira (16).  Eles aguardam uma posição da empresa, que prometeu regularizar a situação dos profissionais até quarta-feira (15). Cerca de 30% devem trabalhar. Quem não quiser aderir ao movimento extra-oficial pode trabalhar normalmente.

O salário e o pagamento dos vales alimentação e transporte estão atrasados desde segunda-feira (6). Os atendentes reclamam que sem as passagens, não têm como chegar à central de atendimento, que fica na região central de Brasília. “Muitos até querem trabalhar, mas sem os benefícios e o salário, não basta ter vontade”, desabafa o diretor do Sindicato de Trabalhadores de Telecomunicação, Leandro da Fonseca Silva.

Segundo Silva, se o depósito não for feito até quarta-feira (15), prazo dado pela fiança, os funcionários vão decretar greve indeterminada. O descontento com o atraso não se limita aos 200 funcionários que atendem no serviço de emergência da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Em entrevista ao Brasília 247, na sexta-feira (10), ele afirmou que “há quatro anos a empresa tem esta operação e sempre houve problema no pagamento do salário”. Os atendentes recebem uma remuneração mensal de R$ 700.

Na sexta-feira (10), a assessoria de imprensa da Fiança, empresa responsável pelos trabalhadores terceirizados, explicou que o atraso no pagamento foi causado pela demora na liberação de uma certidão da Receita Federal. O governo do DF só pode repassar o valor dos salários dos trabalhadores mediante a posse do documento por parte da empresa, que prometeu estar com a certidão na segunda-feira (13). A Fiança confirma que o pagamento será depositado na conta dos atendentes na quarta.

Consequências

O coronel Jooziel de Melo Freire, subsecretário de Operações da Secretaria de Segurança, garante que a paralisação dos atendentes não vai comprometer os serviços do 190 e 193. De acordo com ele, despachantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros serão acionados no período da tarde para ocupar os postos deixados pelos grevistas. “Não estamos refém da situação, temos um plano B”, afirmou.

Freire disse que a empresa foi notificada e poderá ser advertida para repor os funcionários caso o movimento perdure. O coronel disse ainda que o contrato com a Fiança deverá ser revisto pois os atrasos no pagamento do salário dos trabalhadores é um problema constante.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247