Atuação do Mais Médicos começa em setembro no DF

"A nossa expectativa era receber 97 profissionais, mas nesta primeira etapa receberemos apenas 15. Os médicos vão trabalhar em equipes de saúde da família", destacou o Secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa, que participou hoje de uma reunião com o secretário-adjunto da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Fernando Menezes

"A nossa expectativa era receber 97 profissionais, mas nesta primeira etapa receberemos apenas 15. Os médicos vão trabalhar em equipes de saúde da família", destacou o Secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa, que participou hoje de uma reunião com o secretário-adjunto da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Fernando Menezes
"A nossa expectativa era receber 97 profissionais, mas nesta primeira etapa receberemos apenas 15. Os médicos vão trabalhar em equipes de saúde da família", destacou o Secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa, que participou hoje de uma reunião com o secretário-adjunto da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Fernando Menezes (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Beatriz Ferrari, da Agência Brasília - Os 15 profissionais que o Distrito Federal receberá do Programa Mais Médicos, do Governo Federal, começarão a trabalhar em dia 2 de setembro.

"A nossa expectativa era receber 97 profissionais, mas nesta primeira etapa receberemos apenas 15. Os médicos vão trabalhar em equipes de saúde da família", destacou o Secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa.

Os médicos, todos brasileiros, atuarão em Brazlândia, Cailândia, Gama, Santa Maria, Samambaia, Recanto das Emas e Riacho Fundo.

Cada médico terá uma bolsa mensal de R$ 10 mil, por três anos, pagas pelo Ministério da Saúde.

O DF receberá, por cada médico, R$ 4 mil do governo federal para arcar com despesas como moradia, alimentação e previdência social.

Barbosa participou hoje de uma reunião com o secretário-adjunto da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde, Fernando Menezes, para preparar a chegada dos profissionais ao DF.

MÉDICOS ESTRANGEIROS – Embora o DF não receba estrangeiros nesta primeira etapa do programa, a Universidade de Brasília (UnB) participará da acolhida de 215 diplomados no exterior.

O processo, que começa dia 26 de agosto, durará três semanas e incluirá aulas e avaliações sobre saúde pública brasileira e língua portuguesa, o que totaliza uma carga horária de 120 horas.

Posteriormente, esses médicos serão encaminhados aos municípios de destino, fora do DF.

Gestores e médicos podem se inscrever na segunda fase de inscrição do programa até o dia 30 de agosto. Os selecionados iniciarão as atividades na primeira quinzena de outubro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email