Barracos na reunião: Damares, diz ‘Pacto com o diabo!’ e Paulo Guedes retruca: ‘deixa cada um se foder’

Os desdobramentos da reunião ministerial mais bestializada da história mal começaram. O novo trecho viral é o diálogo de Paulo Guedes e Damares: ela surta com a proposta de resorts com jogos, feita pelo ministro do Turismo e Guedes a tranquiliza: ‘deixa cada um se foder’

Damares Alves
Damares Alves (Foto: Anderson Riedel/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Quando o titular da pasta de Turismo, o ministro Marcelo Álvaro Antonio propôs regulamentar a prática de jogos de azar para tentar aumentar o número de visitantes no país, Damares Alves, entoou: “pacto com o diabo!”. Paulo Guedes, acalmou a ministra, sugerindo a ela, que deixasse “cada um se foder”, referindo-se aos frequentadores.

A reportagem do jornal O Globo destaca que “a criação de resorts integrados, onde fossem permitidos jogos e apostas, foi um assunto que gerou atritos entre os ministros, na reunião da equipe com o presidente Jair Bolsonaro, no dia 22 de abril. Quando o titular da pasta de Turismo, o ministro Marcelo Álvaro Antonio sugeriu regulamentar a prática para tentar aumentar o número de visitantes no país — o setor foi um dos mais prejudicados pela epidemia de Covid-19 —, enfrentou a resistência da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que disse que a ideia era um “pacto com o diabo”. O ministro da Economia, Paulo Guedes, acalmou a ministra, sugerindo a ela, que deixasse “cada um se foder”, referindo-se aos frequentadores.”

A matéria ainda relata que “quando começou sua defesa dos resorts integrados, Marcelo Álvaro Antonio logo viu que o assunto não estava agradando Damares: “Damares tá olhando de cara feia para mim” — comentou. Na ocasião, o ministro disse saber que o assunto era polêmico, mas defendeu um plano de atração de investimentos: “sei que é urna pauta muito sensível também a ela, que é a questão, presidente, é ... porque o ministério do Turismo agora tem que ter um planejamento, um plano de atração de investimentos, que é o que gera emprego, renda, é o que ajuda, obviamente, a economia do Brasil. E pra isso presidente, eu acredito que o momento propício nesse planejamento da retomada, discutir os resorts integrados. Não é legalização de jogos, não é bingo, não é caça níquel, não é ... são resorts integrados. Obviamente, presidente, uma pauta que precisa de ser construída a - Damares tá olhando com cara feia pra mim - uma pauta que precisa de ser construída com as bancadas da Câmara, tanto a evangélica, quanto a católica, mostrando ou desmistificando vários mitos que giram em torno disso.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247