Bolsonaro demonstra medo de ser preso por Alexandre de Moraes

"Que inquérito é esse aí? É para aguardar o momento para me aplicar uma sanção restritiva para quem sabe quando eu deixar o governo, lá na frente”, afirmou, em referência ao inquérito aberto para apurar atos antidemocráticos

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - Jair Bolsonaro revelou receio de ser preso pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, contra quem ele apresentou um pedido de impeachment à presidência do Senado há duas semanas.

"Que inquérito é esse aí? É para aguardar o momento para me aplicar uma sanção restritiva para quem sabe quando eu deixar o governo, lá na frente”, afirmou Bolsonaro, em referência ao inquérito aberto para apurar atos antidemocráticos, durante entrevista a uma rádio de Goiás nesta segunda-feira (30).

Sobre os atos de 7 de setembro, voltou a fazer convocação e agora disse que a pauta é a “liberdade de expressão”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Essa [manifestação] agora, a grande pauta vai ser a liberdade de expressão. Não pode uma pessoa do STF e uma do TSE se arvorarem agora como as donas do mundo e que tudo decidem no tocante a esse ponto, liberdade de expressão”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email