CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Erika Hilton vai ao STF e Bolsonaro é denunciado por homofobia após fala sobre 'Joãozinho'

Pré-candidata à Câmara dos Deputados, a vereadora de São Paulo Erika Hilton (PSOL) apresentou uma queixa-crime no STF contra Jair Bolsonaro falar da chamada "pauta de costumes"

Érika Hilton (Foto: Reprodução/Facebook)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Primeira mulher transgênero a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de São Paulo, a vereadora de São Paulo e pré-candidata à Câmara dos Deputados Erika Hilton (PSOL) apresentou nesta quinta-feira (14) uma queixa-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra Jair Bolsonaro (PL) por homofobia e transfobia. Nessa quarta-feira (13), ao fazer um discurso dominado pela chamada "pauta de costumes", Bolsonaro defendeu que "o Joãozinho seja Joãozinho a vida toda", que "a Mariazinha seja Maria a vida toda". Ele disse que o seu modelo de família é formado por "homem, mulher e prole". As informações foram publicadas nesta quinta-feira (14) pela coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo. 

Em sua queixa-crime, Erika Hilton afirmou que as falas de Bolsonaro apresentam "evidente caráter homofóbico e transfóbico". "Integrantes da comunidade LGBTQIA+, como qualquer outra pessoa, nascem iguais em dignidade e direitos e possuem igual capacidade de autodeterminação quanto às suas orientações pessoais em matéria afetiva e amorosa", afirmou o documento, que é assinado pelos advogados Flávio Siqueira Junior e Lucas de Santana Módolo. ​

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Não podem, portanto, sofrer qualquer restrição em sua esfera jurídica em razão de sua orientação sexual ou de sua identidade de gênero, nem mesmo restrições relacionadas a discursos ofensivos provenientes do próprio presidente da República", acrescentou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO