HOME > Brasília

Bolsonaro pede que TCU oriente o local correto para devolver joias

De acordo com a defesa do ex-ocupante do Planalto, é preciso evitar que "haja confusão ou equívocos que possam comprometer a resolução do caso"

Michelle e Jair Bolsonaro (Foto: Ricardo Moraes/Reuters | Reprodução/Twitter)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A defesa de Jair Bolsonaro (PL) pediu ao Tribunal de Contas da União (TCU) que indique o local correto para a devolução das joias sauditas trazidas ilegalmente para o Brasil. De acordo com advogados dele, é preciso evitar que "haja confusão ou equívocos que possam comprometer a resolução do caso".

A representação afirmou ser "fundamental" que o TCU informe "a correta definição do local adequado" para a devolução dos materiais. A informação foi publicada pelo portal Uol

Um dos dois pacotes de joias tinham produtos avaliados em cerca de R$ 16,5 milhões, que iriam para a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. No segundo pacote tinham joias estimadas em cerca de R$ 400 mil, que teriam o político do PL como destino. Promotores do Ministério Público Federal (MPF) investigam a família Bolsonaro.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: