Bolsonaro pressiona e relator vai reduzir idade mínima para aposentadoria de policiais

Samuel Moreira vai propor que policiais federais, seguranças do Congresso, policiais rodoviários e agentes penitenciários se aposentem com idade mínima de 53 anos (homens) e 52 anos (mulheres)

(Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O relator da reforma da Previdência na Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP) irá beneficiar policiais federais, seguranças do Congresso, policiais rodoviários e agentes penitenciários em seu voto. 

Após pressão pessoal do presidente Jair Bolsonaro, a idade mínima de aposentadoria da categoria ficará em 53 anos (homens) e 52 anos (mulheres). Esses profissionais alegam que exercem atividades de risco e, por isso, têm direito a aposentadoria especial.  

A proposta original, enviada pelo governo em fevereiro, criava uma idade mínima de 55 anos para homens e mulheres policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais legislativos.

Atualmente, não há idade mínima para policiais federais se aposentarem, e sim apenas uma exigência de 30 anos de contribuição, se homem, e 25 anos, se mulher.

Em declaração à imprensa, o porta-voz do governo, Octávio Rêgo Barros, afirmou que Bolsonaro fez chegar a Maia "percepção" sobre agentes de segurança na Previdência (leia mais no Brasil 247).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247